Por que estudar na Argentina?


A oferta de cursos, o custo de vida e a inexistência do exame vestibular são alguns dos atrativos que levam cada dia mais estudantes brasileiros a estudar na Argentina. Neste texto iremos delinear de forma prática os pontos positivos e negativos de fazer uma faculdade na terra dos “hermanos".


Por que??

Dentre as 131 universidades existentes e credenciadas na Argentina, 66 são públicas e gratuitas. Em todos os casos, tanto nas públicas como nas particulares, não há vestibular para ingresso.

Vestibular na Argentina é algo incompreensível, as pessoas tem dificuldade de entender esse sistema brasileiro para ingresso em universidades. Com isso, muitos “brazucas” (como são carinhosamente chamados pelos argentinos) optam por deixar o Brasil temporariamente para fazer um curso superior na Argentina e depois retornarem ao seu país já formados, prontos e capacitados para a vida profissional. O grande ponto negativo é a distância e a saudade da família, amigos, namorados(as).

Além disso, o que deixa alguns alunos assustados é a barreira do idioma, que, na Argentina é o espanhol. Entretanto esse problema pode ser abordado sob duas óticas: primeiramente, o aluno que vai estudar, vai em busca de conhecimento. Desta forma, a pessoa pode tranquilamente ser matriculada em um curso de espanhol intensivo, de alta qualidade para obter rapidamente o domínio do idioma, que guarda muitas semelhanças com o nosso português.

Sob outra ótica, também temos observado que, os alunos que ao chegarem na Argentina fazem cursos intensivos de espanhol, não tem muito (ou nenhuma) dificuldade com o idioma. Não temos registro de alunos que tenham desistido do curso por não conseguir falar ou entender o espanhol.

Forma de ingresso: Na maioria das universidades da Argentina não existe processo seletivo para ingresso. Uma vez inscrita, a pessoa já é aluna da Universidade escolhida. Entretanto, nem tudo são rosas, pois para estudar na Argentina é preciso ter o visto de estudo e de residência permanente, o que exige diversos trâmites e entraves burocráticos. Além disso, é necessário que toda a documentação passe por um processo de revalidação, legalização e muitas vezes de tradução, o que poderá tornar o sonho do intercâmbio em pesadelo, pois somente profissionais capacitados tem condições de tramitar todos esses procedimentos com garantia de que tudo dará certo.

Porém também não há motivo para desanimar, pelo contrário. Toda essa burocracia ficará por conta da Ômega Intercâmbios. Uma vez iniciado seu intercâmbio, você não terá nenhum tipo de preocupação ou dor de cabeça, pois a Ômega faz tudo por você. Essa é a nossa função: propiciar um intercâmbio perfeito e inesquecível para você. Quando chegar a Buenos Aires toda sua documentação estará concluída, sua matrícula efetuada, seu apartamento alugado te esperando.

E Agora, o que faço?

Se você se interessou em estudar na Argentina, recomendamos que visite os links a seguir para que saiba em detalhes como funciona a questão da moradia na Argentina, o custo de vida mensal, e conheça mais sobre a principal universidade da Argentina, a Universidade de Buenos Aires, que é pública, federal e gratuita, e possui convênio com dezenas de universidades brasileiras e europeias.

Informações sobre moradia Universidade de Buenos Aires Fundação Barceló Custo de vida

Por que não tem vestibular? Pacotes Prazos para matrículas Universidade Aberta Interamericana